São Domingos do Capim recebe Caravana de Direitos Humanos da ALEPA


 
A ação atendeu também famílias atingidas pela enchente do rio

Leandra Amaral, 37 anos, aproveitou a terceira edição da Caravana de Direitos Humanos, que ocorreu na última sexta-feira (17) em São Domingos do Capim, para emitir a segunda via da carteira de trabalho. Desempregada e apenas o marido trabalhando, atualizar o documento significa renovar as esperanças para uma futura oportunidade de emprego.

A Caravana de Direitos Humanos é uma realização da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da ALEPA, presidida pelo deputado Bordalo (PT), que proporcionou a emissão de documentos da Carteira de Carteira de Identidade, CPF e Carteira de Trabalho; expedição da gratuidade para segunda via de certidão de nascimento, casamento e óbito, além de atendimento jurídico (óbito tardio, divórcio, pensão alimentícia). 

Na ocasião a filha e o padrasto de Leandra também aproveitaram para tirar e atualizar os documentos, o que para ela também representa uma economia no orçamento. “Esse projeto é importante porque aqui a gente tem dificuldades para tirar esses documentos e seria uma despesa a mais no meu orçamento”, explica.

Um dos principais documentos dos brasileiros e brasileiras é a carteira de identidade. Muitas pessoas procuraram a ação da Caravana para retirar a primeira ou a segunda via, como foi o caso da agricultora Maria dos Anjos, 39 anos. “A foto já estava apagada, vim aqui para atualizar”. Com o novo documento Maria poderá voltar ao banco para dar andamento no projeto de microempreendedora, ela começou a vender confecções para complementar a renda familiar.

A Caravana contabilizou 200 Registros de Identidades emitidos, 100 de Carteira de Trabalho, 100 gratuidades para segunda via de certidão de nascimento, 17 de casamento e sete óbitos.

A realização do mutirão em São Domingos do Capim também foi para atender às famílias que foram afetadas pela enchente do rio, ocorrido em março deste ano, como lembrou a Secretaria de Assistência Social e vice-prefeita, Jany Martins.

“Essa ação é importante para o novo povo, que devido a enchente perderam seus documentos e nós já tínhamos uma demanda de pessoas que não tinham mesmo a documentação, temos a Casa do Cidadão, mas a demanda é grande. Então isso aqui já vai estar ajudando muita gente: jovens que precisam de documentação para conseguir emprego, famílias que precisam se cadastrar nos programas sociais; e eu aproveito para agradecer ao deputado Carlos Bordalo, a Assembleia Legislativa e toda a equipe que veio à caravana”, destacou.

O deputado Bordalo esteve em São Domingos do Capim e cumprimentou as pessoas que aguardavam atendimento e a equipe que integrou o mutirão. A caravana de Direitos Humanos contou o apoio e parceria da Defensoria Pública do Estado, Centro de Atendimento ao Cidadão da ALEPA, Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (SEASTER), Prefeitura de São Domingos, Secretaria Municipal de Agricultura e Secretaria de Assistência Social. 

Fotos: Créditos - Ascom deputado Bordalo

Comentários