Comissão de Direitos Humanos emite nota sobre atentado contra acampamento do MST


Na tarde deste sábado (19), a Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará recebeu a informação de que o Acampamento Frei Henri, localizado em Curionópolis, estaria sofrendo atentados por parte de grileiros que ocupam a fazenda Fazendinha. No dia 18 de julho, os deputados estaduais Carlos Bordalo (PT), Lélio Costa (PCdoB) e Ozorio Juvenil (PMDB), respectivamente presidente e membros titulares da Comissão de Direitos Humanos da Alepa, estiveram em Marabá e Curionópolis, para realizar uma escuta pública sobre as ameaças contra os trabalhadores, nos Acampamentos do MST Hugo Chávez (Marabá) e Frei Henri (Curionópolis). A diligência foi acompanhada pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Pará, o advogado José Neto. O relatório desta diligência pode ser acessado aqui. Também foi produzida uma reportagem sobre a visita, que pode acessada aqui

Em nota oficial, a Comissão de Direitos Humanos da Alepa manifestou preocupação com o clima de tensão que toma conta da área. Leia a nota na íntegra: 

Desde a manhã deste sábado, 19 de agosto, um grupo armado ligado a produtores rurais ocupou a sede da fazenda "Fazendinha", no município de Curionópolis. A área está sob forte tensão e há ameaça de expulsão dos trabalhadores rurais do acampamento Frei Henri, localizado às margens da PA 155, e que aguarda a homologação de assentamento pelo INCRA.
Segundo decisão da Justiça Federal, o imóvel é de propriedade do Incra, que aguardava desde a última quinta feira, dia 17, que o mesmo fosse desocupado.
Alerto aos responsáveis pela Segurança Pública do Estado e da União, em especial a Polícia Federal, para que mobilizem todos os esforços de pacificação deste iminente conflito para que o Estado não seja marcado por mais uma 
tragédia, a exemplo do que ocorreu em Pau D’Arco e em Eldorado dos Carajás. 

Deputado estadual Carlos Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direito
s Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará 


Comentários