Requerimento pede agilidade nas investigações de assassinato em S.Domingos do Araguaia

Terça-feira, dia de Sessão Ordinária na Alepa. Estamos protocolando junto a Mesa Diretora um requerimento à ser encaminhado à Secretaria de Segurança Pública do Pará, no sentido de obter informações e agilizar a apuração do assassinato da menor Maria Eduarda Félix Lourenço, ocorrido no mês de novembro de 2015, no Município de São Domingos do Araguaia.

O Requerimento atende o anseio da sociedade de São Domingos do Araguaia, durante a audiência pública realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor - CDHDC naquele Município semana passada(fotos).  

 O assassinato da pequena Maria Eduarda Félix Lourenço, de apenas 10 anos, causou revolta e comoção a sociedade de São Domingos do Araguaia, Marabá e redondezas,  pela violência extrema e requinte de crueldade praticada contra a criança.


A violência na região sul e sudeste do Pará é de causar preocupação e alarme em virtude da ineficácia de políticas de segurança, consolidadas, na maioria das vezes, repetindo modelos que não conseguem prevenir ou mesmo reprimir a criminalidade de forma eficaz. Os assentamentos, as periferias e as áreas centrais das cidades destas regiões são palcos dos mais variados tipos de violência. Muitos desses crimes são praticados por causa da certeza da impunidade.

Comentários