quarta-feira, 30 de março de 2016

O sucateamento, a precarização no atendimento e a ameaça de privatização do IASEP

O IASEP, Plano de Assistência, criado por lei com a missão institucional de prover a Assistência aos servidores do Estado do Pará e seus dependentes a ele vinculados por meio de adesão e inclusão voluntárias, vem enfrentando dificuldades em sua administração em função de dívidas e da má gestão.

Notícias veiculadas recentemente por diferentes meios de comunicação do Estado do Pará denunciam uma série de problemas enfrentados por servidores usuários do plano para conseguir atendimento médico. Clínicas e médicos credenciados estariam demorando até seis meses para realizar uma consulta.

O diretor do Sindicato dos médicos no Pará (Sindmepa), Lafayette Monteiro, relata em reportagem ao G1Pará que, para a categoria, o baixo valor das consultas e o atraso no repasse do pagamento são os principais fatores que dificultam o atendimento. O normal, segundo Lafayette, é receber o pagamento em 60 dias após a entrega da fatura. Hoje, no entanto, está sendo pago em até seis, sete meses e o valor atualmente é muito baixo. Segundo o dirigente sindical, paga-se R$36 por uma consulta e o ideal seria em torno de R$85. 

As dívidas, a má gestão e as reclamações cada vez maiores dos servidores sobre a qualidade do serviço, que já foi um dos melhores no Estado, estariam influenciado na vontade do governo do Estado em privatizar/terceirizar o Instituto.

A terceirização é uma forma dissimulada dos Governos de matrizes neoliberais privatizarem serviços públicos de importante interesse social. A terceirização que tem sido feita pelo governo do Pará é certamente a forma mais nociva de repassar o dinheiro e o patrimônio público à iniciativa privada, pois são empresas com aparências de ONGS, porém, com práticas de empresas que objetivam somente o lucro sem nenhum compromissos com o zelo pelo patrimônio público.

Neste sentido, protocolei nesta quarta-feira junto a Mesa Diretora da Alepa, um requerimento em que solicito esclarecimentos do Governo do Estado do Pará sobre o sucateamento do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Pará-IASEP, a precarização do atendimento aos servidores e sobre o suposto processo de privatização, considerando que essa “ameaça”da Gestão dos recursos do IASEP não pode se transformar em realidade.

Nenhum comentário: