terça-feira, 8 de março de 2016

Mandato leva vereadores à Celpa para ter esclarecimentos sobre apagões no Vale do Acará


Os municípios do Acará, Burajú, Tomé-Açú e Concórdia do Pará, da região do Vale do Acará, vêm sofrendo com a falta constante de energia elétrica. São apagões que ocasionam prejuízos, principalmente para o comércio.e formam um efeito cascata, com a falta de água e problemas na telefonia. 

Na condição de deputado estadual e provocado pelas câmaras de vereadores desses municípios, fomos a Celpa Equatorial, na companhia de 15 vereadores, para ter explicações sobre os problemas e cobrar soluções efetivas.


Fomos recebidos pela diretoria da empresa e ouvimos do Diretor de Relações Institucionais, Mauro Chaves, que os constantes apagões nesses municípios deveu-se a um problema gerado na subestação de Mãe do Rio, com a queima de transformadores de grande porte. Até uma subestação móvel, adquirida pela Celpa em 2015, colocada de forma emergencial, apresentou problemas.

Segundo Mauro Chaves, a Celpa agiu imediatamente e hoje a situação está normalizada, com a subestação de Mãe do Rio funcionando com toda a sua carga. Ele disse, também, que a empresa está colocando um novo transformador no local, que será usado como reserva em caso de uma nova pane no sistema. O novo equipamento, que estará em funcionamento em abril, vai proteger de uma forma global a população desses municípios.

Cumprimos mais uma vez o nosso dever. Quero transmitir aos companheiros e companheiras, aos comerciantes, moradores do Vale do Acará, que estamos empenhados em resolver o problema da energia nesses municípios e garantir que o fornecimento seja contínuo e estável, para que todos tenham energia com segurança.




Veradores presentes na reunião da Celpa, intermediada por este deputado:




Tomé-Açú : Vereador Gedeão



Acará : Elza Quaresma, Valdecy Cardoso, Nelson Rodrigues, Emerson Barbosa e Jurica.






Concórdia do Pará : Adilson Londres, Elias Santana, Júnior Martins, Bruno Pastana e Magnaldo Menezes.







Bujaru: Haroldo Bitencourt, Edirleno, Rosileia e Marcelo Bastos









Nenhum comentário: