quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Projeto de Lei para declarar o Surf na Pororoca Patrimônio Cultural e Imaterial do Pará.



Esta semana, protocolei junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei que declara o Surf na Pororoca, que ocorre anualmente no Rio Capim, em São Domingos do Capim, Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Pará.
 
A Pororoca ganhou status de atração turística em São Domingos do Capim, que hoje se orgulha de ser considerado a “Capital da Pororoca”. A mudança deve-se ao

fato de o fenômeno ter sido descoberto, e divulgado, por surfistas e amantes de esportes radicais. O surf na pororoca ganhou projeção nacional e internacional.


Dezoito anos depois da primeira edição do Surf na Pororoca, o município de São Domingos do Capim vivenciou diversas mudanças.  A cada ano a economia cresce e o evento ajuda a cidade a ganhar visibilidade em nível nacional e internacional.


Dados revelam que em 1997, quando o Surf na Pororoca começou, São Domingos do Capim tinha apenas 1.255 pontos de consumo de energia elétrica, número que subiu para 5.921 em 2013. De 2000 a 2012, o número de estabelecimentos comerciais com funcionários subiu de 21 para 65. 

O Surf na Pororoca se tornou, portanto, um evento que dinamiza o fluxo turístico local, particulariza o município e o Estado. Em reconhecimento a relevância deste evento para o Estado que protocolei o Projeto de Lei e conto com o apoio dos demais deputados para a sua aprovação.

Nenhum comentário: