terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Governo do Estado exclui Abaetetuba e Capanema de investimentos na saúde

Hospital Santa Rosa
Mensagem do governo do Estado  com novo pedido de autorização para empréstimo de R$ 600 milhões, que foi aprovado em plenário, exclue Hospitais Regionais de Capanema e Abaetetuba. O Estado precisa dar mais atenção a esses municípios. Aliás, usei a Tribuna da Alepa para cobrar do governo essa atenção. Capanema, por exemplo, vive um caos na saúde pública. O município não tem hospital público e isso é um absurdo. O povo procura atendimento médico em Paragominas, mais absurdo ainda. O Movimento REAGE Capanema deve se mobilizar para pressionar deputados votados no município à incluírem o Hospital Regional ao empréstimo.

O mesmo acontece com o Movimento Reage Abaetetuba, formado por Movimentos Sociais e que tem a liderança do companheiro Raí Moraes. A população pede, entre outros problemas existentes na saúde do município, a conclusão da reforma interminável do hospital Santa Rosa, iniciada em janeiro de 2012, com um valor inicial de mais de cinco milhões. A obra vem se arrastando, já soma quatro aditivos, com o último anunciado no dia 23 de outubro, no valor de mais de 10 milhões, com o prazo de 240 dias para a conclusão da obra.

Nenhum comentário: