Violência assustadora no Pará, ninguém está seguro.

É o que podemos entender diante de tantas manchetes sobre a escalada da violência no Pará. Violência que mata Policial Militar sem piedade. O cabo Hélio estava na Polícia Militar havia 30 anos e chegou a ir para a reserva, mas foi reconvocado e trabalhava na sede do comando geral. Ele foi o 21º policial militar assassinado este ano no Pará. 


A Segurança pública do Estado tem que agir com rigor para apurar esses crimes contra Pms e conter a violência extremamente preocupante, desenfreada, que aumenta o medo dos cidadãos do Pará e deixa todos reféns da bandidagem.

O jornal Diário do Pará desta terça-feira, por exemplo, traz uma estatística alarmante. Em apenas quatro dias foram registrados 58 homicídios no Pará. Somente na segunda-feira, de meia noite às 20h, foram registrados 18 assassinatos.

Não há a menor sombra de dúvida que a violência no Pará está em total descontrole e a população, abandonada. Até quando?

Comentários