MMNEPA realiza VI Assembleia em defesa da mulher

Participei na tarde desta quinta-feira, em Capanema, da abertura da VI Assembleia do Movimento das Mulheres do Nordeste Paraense – MMNEPA. Várias caravanas de municípios da região marcaram presença. Trata-se de um evento importante, que reúne mulheres guerreiras que trabalham na lavoura.
Serão três dias de debates e discussões sobre políticas públicas em defesa das mulheres. Os desafios deste ano são a luta pela sustentabilidade, autonomia e igualdade.

O nosso Estado é um dos mais violentos do país. Os índices de violência contra a mulher, no Pará, são alarmantes. A Assembleia da MMNEPA tem o desafio de preservas as conquistas, mas, principalmente reforçar a luta para combater o retrocesso.

É um momento para mostrar ao Estado que é preciso ter consciência de sua tarefa e de sua responsabilidade em favor das mulheres.

Como presidente  da Comissão de Direitos Humanos  da Alepa,  vamos abordar o problema da violência contra o a mulher, em Sessão Especial, proposta por meu mandato, no dia 23 de abril, às 9h, na Assembleia Legislativa. Vamos acolher as pautas de denúncias de violência contra a mulher para cobrar do Estado uma ação mais efetiva para combater esse grande problema.


Vamos, a partir dessa Sessão Especial, iniciar o ciclo por cobranças. Ciclo que terá como proposta uma CPI para debater e defender  e propor a criação políticas públicas em defesa da mulher paraense.



Parabéns a todas as mulheres que integram a MMNEPA, em especial sua coordenadora Sandra, e à companheira Ângela, da regional da Fetagri. Que se abra um novo ciclo de debates e de luta para defender a integridade da mulher de toda a região do nordeste.

Comentários