Protocolado o Requerimento que convoca comando da Segurança Pública

Foi protocolado na Sessão Ordinário desta terça-feira(03) o Requerimento que convoca o comando da Segurança Pública do Pará, para dar explicações sobre a onda de violência no Estado na última semana. O Requerimento foi assinado em conjunto com os deputados Lélio Costa e Iran Lima. 

Queremos saber por que o Governador do Estado teimosamente insiste que tem o controle da Segurança Pública do Estado? Porque não atua de forma republicana e admite que sua capacidade de enfrentamento está no limite das condições de inteligência, no limite financeiro e estrutural? Por que não se socorre do Governo Federal e pede auxilio, como o reforço da Força Nacional de Segurança e de recursos de inteligência para enfrentar o problema? Há especialistas que recomendam que, para quebrar o elo destas facções criminosas que atuam no Pará, seria preciso remanejá-los para os presídios Federais de Segurança Máxima, faltando para isso pedir auxílio ao Ministro da Justiça.

O Pará teve dias semelhantes aos piores dias da crise em Santa Catarina, em setembro e outubro de 2014. Nossos presídios também passaram por momentos idênticos aos vivenciados em Pedrinhas, no Maranhão. Qual a razão disto? Por que grupos articulados dentro dos presídios coordenam ações de terror na Capital?

                        O Pará precisa de paz! O Pará quer paz!

Não há uma solução mágica para o barril de pólvora das nossas prisões, mas há, pelo menos, um roteiro a ser seguido. E por estes motivos que convocamos, através de requerimento, a cúpula da segurança pública para vir ao Parlamento prestar esclarecimentos sobre a onda de violência que amedronta o cidadão paraense.


Veja a entrevista sobre o resultado dos debates em plenário na Sessão Ordinária desta terça-feira.

Comentários