Solidariedade aos companheiros demitidos em Ipixuna do Pará

Uso esse espaço para manifestar estranheza pela demissão de companheiros e companheiras de Ipixuna do Pará que me apoiaram para a minha reeleição. Fiquei triste em saber que essas demissões partiram por meio de decisão de um prefeito que é do PT, porque apoiaram um candidato a deputado estadual do mesmo partido e que foi eleito. Prefiro entender que não se trata de uma "caça as bruxas".

Quero, também, manifestar minha solidariedade a eles: Kinha, Michele, Alcário, Sacola e Amarildo, companheiros de luta do PT desde a gestão do ex-prefeito Evaldo Cunha. Que todos consigam superar o drama do desemprego o mais rápido possível.


O prefeito também "castigou" outra companheira que me apoiou na campanha, a Leide, que foi transferida para a zona rural, distante de onde trabalhava. Não dá para entender que estamos diante de represálias políticas que atentam contra a democracia e a liberdade de expressão. Lamentável !


Direito de resposta:

Os companheiros que ele se refere Kinha Nunes Assistente Social, lotada na Secretaria de Assistência Social; Mychelellem Noronha servente lotada na Secretaria de Saúde, no dia 31 de Dezembro de 2014, todos os servidores contratados pelo município são automaticamente destratados por força da Lei, mediante as necessidades dos mesmos prestarem serviços, são chamados pelo secretário onde eles estavam prestando serviços.

O senhor Alcário Paes Moreira ele pediu a sua demissão em maio/2014 antes do processo eleitoral e o senhor Erivaldo (sacola), deste  desde o mês de maio/2014 se desentendeu com o prefeito e com algumas Lideranças não tinha mais clima para continuar no governo municipal e o mesmo foi exonerado.

O senhor Amarildo Cerqueira da Luz, nunca militou no PT, e hoje é presidente da executiva municipal do Partido Progressista (PP). Deste mês maio/2014 foi exonerado antes do processo eleitoral. A professora Leide Oliveira a mesma solicitou da Diretora da Escola da comunidade Escolinha Professora Sandra para que fosse lotada na escola como coordenadora pedagógica, e depois alguns dias desistindo da sua ida para a comunidade. E hoje se encontra lotada na escola Antonio Valdino dos Santos, como umas das coordenadoras pedagógicas. Esses são os fatos.
Deixo claro que nunca e nem durante o processo eleitoral 2014, não cometir represálias  qualquer que seja o sevidor do meu município para votar em meus candidatos.  Tenho a consciência de cumprir a determinação do Diretório estadual  do meu partido com estratégia eleitoral de 2014.

 SALVADOR CHAMON SOBRINHO (PT)
Prefeito municipal de

Ipixuna do Pará

Comentários