Liberdade para os presos políticos de Concórdia

A Justiça concedeu na manhã desta segunda-feira Habeas Corpus em favor dos vereadores de Concórdia do Pará, Magnaldo Meneses (PT) e Janderclay (PMDB), presos desde o mês de maio de 2014, por denunciar cobrança de propina em blitz de policiais militares do município.
Inúmeras ações judiciais, audiências com o judiciário foram realizadas sem nenhuma solução do problema. Ressalta-se que dezenas de pessoas envolvidas já foram libertadas, mantendo presos os vereadores, dando a entender que a manutenção da prisão cumpre objetivos políticos, visto que os mesmos são da oposição ao prefeito municipal do PSDB e lideravam uma CPI contra os desmandos da administração e que a consequência da manutenção da prisão é a tentativa de cassação de seus mandatos.
 A prisão dos vereadores ocasionou revolta popular(foto). A libertação dos 
companheiros é o resultado da nossa luta, ao lado do companheiro Beto Faro, e de todos que bravamente defenderam de forma digna a libertação dos presos políticos, representantes legítimos da população de Concórdia. Esperamos que a população receba de forma serena e tranquila seus queridos filhos.
Queremos parabenizar a todos, principalmente aos familiares, amigos que sofreram com a injustiça cometida ao legislativo de Concórdia. Nosso esforço e de todos os companheiros e companheiras se estende, também, ao vereador Edson Madeiro (PV), que está foragido.

Comentários