Conselheiros tutelares em dia de luta



Os Conselhos Tutelares de todo o país fecham as portas nesta quinta em protesto contra os três conselheiros assassinados no último sábado (7), na cidade de Poção, em Pernambuco, enquanto realizavam um atendimento de proteção a uma criança que teria a guarda entregue para a avó.

O caso ganhou destaque nacional fazendo com que o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) deliberasse pela paralisação nacional dos Conselhos Tutelares.


A manifestação, além de prestar solidariedade aos conselheiros assassinados, visa especialmente chamar à atenção das autoridades para a total falta de apoio que os conselheiros tutelares vivenciam no exercício da profissão, ou seja, não contam com o apoio policial e tal direito ainda não está garantido em lei.


Repudiamos as mortes covardes dos conselheiros e prestamos nossa solidariedade à luta da Associação aqui no Pará, que organizou um encontro entre os conselheiros de todo o estado para debater a questão. Participamos desse encontro, no auditório João Batista, da Assembleia Legislativa do Pará, para anunciar que, na qualidade de presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alepa, estamos engajados na luta para combater a violência infantil no estado.
Deixo também o nosso compromisso, como parlamentar, de apoio e solidariedade a causa dos conselheiros tutelares no Pará, colocando nosso mandato à disposição para, juntos, construirmos o fortalecimento da Associação no estado.

Comentários