Cacique agradece empenho do Mandato

O cacique Welton John Oliveira Suruí, da aldeia Itahy, terra indígena Sororó, em Marabá, sul do Estado, esteve presente hoje de manhã, juntamente com um grupo de índios de sua aldeia, na Assembleia Legislativa do Estado, para agradecer o nosso empenho em defesa de sua liberdade de expressão e pelo direito a manifestação.

Em outubro de 2014, o cacique Welton Suruí havia sido preso pela Polícia Federal e transferido para Belém, por determinação do juiz local “visando a garantia da ordem” na cidade de Marabá. Ele foi acusado de “incitar” um grupo de índios num suposto motim, quando liderava um protesto por melhores condições de vida aos índios de sua aldeia.  


À época, visitei o cacique no presidio, como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alepa. Minha articulação foi fundamental para a soltura do cacique que estava preso ilegalmente, já que lhe foi cerceado o seu direito ao protesto, garantido em Lei.


Comentários