quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo!

Desejo aos amigos e às amigas muita saúde e prosperidade no próximo ano. Que 2015 seja repleto de vitórias nas vidas de cada um e de cada uma! 

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

"CPI das Milícias" realiza seminário na Alepa

Participei na manhã desta segunda-feira (29) de mais uma etapa da “CPI das Milícias”: o Seminário teórico programático que serviu para definir o plano de investigação sobre a existência -- ou não -- de grupos de extermínios no Pará.  O evento aconteceu no auditório “João Batista”, da Assembleia Legislativa (Alepa), e contou com a presença do deputado Edimilson Rodrigues, membro nato  da CPI e autor do requerimento que deu origem a Comissão; da vereadora Marinor Brito, representante da Câmara de Belém; além de representantes da FASE e da SDDH, e do professor-mestre Aiala Colares, que expôs um resumo de seu estudo intitulado  “Do Global ao Local: A geografia do narcotráfico na periferia de Belém”, que trata sobre a existência de milícias ligadas ao tráfico nos bairros Terra Firme e Guamá.




CPI fará seminário sobre segurança


A CPI da milícia, instalada pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará, promove hoje, na sala dos ex-presidentes, um Seminário de Nivelamento Teórico e Programático, para democratizar a discussão sobre a definição do marco teórico a ser trabalhado pela Comissão no processo de investigação e apuração da existência e atuação de Grupos de Extermínio e Milícias no Estado.
A comissão foi instalada após as mortes de dez pessoas, ocorridas depois do assassinato do ex-Cabo da RotamPety , em bairros periféricos de Belém, em áreas da Terra Firme, Guamá, Jurunas, Canudos, e Marco, ocorridos entre a noite do dia 04 e a madrugada do dia 05 de outubro deste ano.
O seminário vai ouvir especialistas, pesquisadores e autoridades públicas sobre o assunto e tentar incorporar do ponto de vista teórico como esse processo pode ser deflagrado tendo por base os mecanismos institucionais. 
A CPI terá que produzir um relatório até o final de janeiro, quando encerra oficialmente o período legislativo. Os novos deputados da próxima legislatura serão investidos nos cargos no primeiro dia de fevereiro de 2015.
Nesta primeira semana de atuação da CPI, houve reuniões com autoridades da segurança pública do Estado e com professores, que detém pesquisas acadêmicas sobre o assunto - milícias e grupos de extermínio - recolhendo informações e solicitando as peças dos autos dos procedimentos policiais e judiciais realizados.
Os deputados, no processo investigativo, irão acessar informações, ainda das operações: ‘Falso Patuá’, ‘Navalha da Carne’, ‘Katrina’, e outros eventos apurados. ‘Falso Patuá’, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), em relação a atuação de Grupo de Extermínio no Baixo Tocantins com envolvimento do prefeito de Igarapé Miri, Ailson Amaral, vulgo Pé de Boto.
(Diário do Pará com informações da Alepa) http://migre.me/nOiBs

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Feliz Natal

Desejo um Feliz Natal a todas as famílias! Que este seja um momento de encontro e de confraternização com aqueles que amamos, e que o espírito natalino contagie os corações dos amigos e das amigas!


terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Feliz Aniversário ao grande amigo, Oswaldo Chaves

Desejo um feliz aniversário ao grande amigo, Oswaldo Chaves. Um companheiro de valor inestimável, que já demonstrou, em diversos momentos, a sua capacidade e a sua força. Desejo muita saúde e muitas felicidades ao amigo!

Parabéns à companheira Ana Júlia, pelo seu aniversário

Minhas felicitações à companheira e ex-governadora Ana Júlia, pelo seu aniversário, comemorado na data de hoje (23). Desejo saúde, sucesso e muitas alegrias a esta grande liderança. Um forte abraço, cara amiga!


Parabéns ao novo Ministro do Governo Dilma, Helder Barbalho

Meus parabéns ao ex-prefeito Helder Barbalho, pela indicação ao Ministério da Pesca e Aquicultura. Também agradeço à Presidenta Dilma pelo carinho com o Pará. Esta é uma área estratégica para o nosso Estado. Desejo todo o sucesso ao Helder e coloco o mandato à disposição do Ministro. 


Reunião da CPI das Milícias é divulgada na imprensa

Reportagem do Diário do Pará repercute a primeira reunião da CPI das Milícias, realizada ontem (22), na ALEPA. Na ocasião, foi aprovada a primeira versão do Plano de Trabalho, que apresentei na condição de relator da Comissão. Clique na imagem para ler.


Milícias: CPI afina plano de trabalho


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) recém-instalada pela Assembleia Legislativa (Alepa) para investigar a existência e ações de grupos milicianos ou de extermínio no Pará realizou a sua primeira reunião na manhã desta segunda-feira (22). A CPI, que atende a requerimento do deputado Edmilson Rodrigues (PSOL), teve instalação e apresentação de seus membros titulares e suplentes confirmada na quinta-feira passada (18), último dia do período legislativo.

O relator da Comissão, Carlos Bordalo (PT), apresentou um plano organizacional de trabalho, mas terá de reduzir a quantidade de propostas que serão desenvolvidas. O próprio presidente da CPI, Augusto Pantoja (PPS), sugeriu o enxugamento das ações por considerá-las extensas para o prazo regimental de 30 dias. Bordalo, que também é presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, ficou de apresentar o novo formato na próxima segunda-feira (29).

As ações preveem a análise de processos policiais em curso sobre a temática ou já concluídos pela Justiça. As motivações da CPI foram cerca de dez homicídios aparentemente ligados à morte de um cabo da Polícia Militar no dia 4 de novembro em Belém. De acordo com a programação prévia, os parlamentares querem fazer um levantamento de casos do gênero de grande repercussão a partir de 2004 no Estado. Chacinas a partir de 2010 e mais recentes, como de jovens em Icoaraci, e outra registrada em Santa Izabel vitimando uma família, estão relacionadas.

Na agenda constam visitas ao Tribunal de Justiça do Estado (TJPA), Ministério Público e Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup), entre outros órgãos e entidades que possam contribuir com apoio técnico nas investigações. Audiências públicas, oitivas, recolhimento de denúncias e recebimento de documentos farão parte do funcionamento da CPI, que solicitará proteção a depoentes e testemunhas. A base da Comissão será o gabinete do deputado Carlos Bordalo.

O presidente Augusto Pantoja deu o tom da responsabilidade no encontro nesta segunda-feira na Sala Vip: “Não podemos frustrar a sociedade, mas sim dar uma resposta a ela sobre esse tema”, informou ele, que se propôs a colocar o seu telefone à disposição para eventuais contribuições públicas. No encontro nesta segunda, participaram, além de Pantoja e Bordalo, os deputados Edmilson Rodrigues, que é o membro nato, Tetê Santos (PSDB), além de Nilma Lima (PMDB), suplente, que representou o titular Chicão, do mesmo partido.

Wanderson Castro e Adriano Mendes, representantes do movimento Juntos, coletivo de juventude, e Jairo Amaral, da Ong (Organização Não-Governamental) Fase, também estiveram presentes.


Fonte: Seção de Imprensa e Divulgação
Foto: Ozéas Santos/Alepa

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Primeira reunião da CPI das milícias aprova plano de trabalho apresentado pelo deputado Bordalo

Foi realizada, nesta segunda-feira (22), na Sala VIP da ALEPA, a primeira reunião da CPI que investiga a atuação de milícias no Estado do Pará. Participaram da reunião os integrantes da CPI: deputado Bordalo (relator); deputado Augusto Pantoja (Presidente); deputado Edmilson Rodrigues (proponente); deputada Tetê Santos; deputada Nilma Lima (representando o deputado Chicão); além de jornalistas, representantes de movimentos sociais e demais presentes 

Na ocasião, o deputado Bordalo, relator da CPI, fez a leitura da primeira versão do Plano de Trabalho, que apresenta as linhas gerais de ação e um roteiro, para orientar os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito. O Plano de Trabalho foi aprovado pelos demais integrantes, neste primeiro encontro. Informações úteis e contribuições à CPI das Milícias podem ser encaminhadas pelo telefone do gabinete do deputado Bordalo:(91) 3213 4368, e também pelo email: bordalo13@yahoo.com.br 
  



CPI das milícias inicia reunião administrativa nesta segunda, 22


A Comissão Parlamentar de Inquérito que vai apurar a existência de grupos de extermínio no Estado do Pará faz sua primeira reunião administrativa nesta segunda-feira, dia 22, a partir das 10h, na Sala dos Ex-Presidentes da Assembleia Legislativa. A CPI foi formalizada no último dia de sessões ordinárias da legislatura de 2014, quinta, 19, quando os deputados Augusto Pantoja (PPS) e Carlos Bordalo (PT) assumiram, respectivamente, a presidência e a relatoria dos trabalhos, e de acordo com o propositor da Comissão, deputado Edmilson Rodrigues (PSOL), a discussão do dia será em torno do cronograma de ações do grupo e ainda deverá haver mais uma reunião esse ano, logo após o Natal, na próxima semana. Como o mandato dos deputados que ocupam a casa encerra em 31 de janeiro de 2015, a expectativa é que as investigações avancem nesse período e de que o relatório conclusivo seja divulgado à população e entregue ao Ministério Público do Estado até o final desse mesmo mês.
O pedido de instalação de CPI foi feito no dia 11 de novembro, seis dias após a madrugada do dia 5 de novembro, quando dez mortes foram registradas seguidas do assassinato de Antônio Figueiredo, o “Cabo Pet”, como era conhecido o policial militar, no bairro da Terra Firme, e que seria miliciano. Edmilson apresentou o requerimento na sede do Legislativo para atender uma demanda de mais de cem movimentos sociais que cobravam explicações sobre as onze execuções ocorridas, e que até agora não foram esclarecidas pela Segurança Pública. No dia 25 do mesmo mês, o deputado conseguiu o número mínimo de adesões à instalação da comissão, mas a composição do grupo de trabalho só foi formalizado no último dia 18.

Fonte: Diário do Pará http://migre.me/nEgKb

sábado, 20 de dezembro de 2014

Bordalo participa de audiência sobre mineração em Cachoeira do Piriá

Neste final de semana, participei de audiência pública no município de Cacheira do Piriá. O encontro discutiu os possíveis impactos ambientais que serão causados, na cidade, pela empresa de mineração BRI LTDA. Estiveram presentes a prefeita, Beth Bessa; o presidente da Câmara de Vereadores, Nilo Ferreira; o secretário da Sema, Jorge Colares; o advogado da Cooperativa, Alexandre Buchacra; a presidente da Cooperativa de Garimpeiros, vereadora Rosângela Fagnani; além do representante da empresa de mineração, Paulo Ferreira. 




sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Bordalo é diplomado deputado estadual pelo TRE-PA

Na manhã desta sexta-feira (19), durante cerimônia de diplomação, conduzida pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE/PA), desembargador Leonardo Tavares, no auditório 'Benedito Nunes', da Universidade Federal do Pará (UFPA). Obrigado a todos os meus eleitores pelos mais de 40 mil votos em todo o estado. Conto com o apoio de vocês para, juntos, fazermos uma atuação ainda maior em favor do povo do Pará em 2015!








quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Instalada CPI que investigará possíveis grupos de extermínio em Belém

Na manhã desta quinta-feira (18), na Assembleia Legislativa, durante instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigará a existência de possíveis grupos de extermínios em Belém. O deputado Augusto Pantoja (PPS) será o presidente da CPI e eu serei o relator. Nesta segunda-feira (22), às 10h, realizaremos a primeira reunião de trabalho da Comissão, na sala dos ex-presidentes da Alepa.




Bordalo congratula com bancada do PT

Com os companheiros da bacada do PT na Alepa, Milton Zimmer, Aírton Faleiro, Edilson Moura, Bernade Ten Caten, Zé Maria e Valdir Ganzer, na última sessão da legislatura de 2014. Juntos aprovamos importantes projetos na Casa em favor do povo do Pará. Valeu, companheiros! Foi um prazer trabalhar nos últimos quatro anos ao lado de vocês.


"Reforma Admistrativa": Bordalo consegue retirar de pauta projeto que preocupava tralhadores da Ceasa

Na manhã de hoje (18), durante sessão na Alepa, com os colegas celetistas e permissionários da Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) e o presidente da Associação dos Feirantes do Ver-o-Peso, Manoel Rendeiro, conhecido como Didi, em apoio à classe. Tramita na Assembleia Legislativa Projeto de Lei (433/2014) que transfere o controle acionário da autarquia à Prefeitura de Belém. Os trabalhadores temiam ficar sem suas garantias trabalhistas. Graças a minha articulação junto ao Governo, o projeto, que faz parte da Reforma Administrativa de Jatene, foi retirado hoje da pauta de votação para uma melhor discussão em 2015. Parabéns, amigos!




“Reforma Administrativa”: Esforço do deputado Bordalo evita prejuízos aos servidores do estado


O deputado Carlos Bordalo e a bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) correram contra o tempo, esta semana, para tentar evitar ao máximo os prejuízos que poderiam ser causados as várias classes do funcionalismo público do estado, caso o Projeto de Lei do Executivo (nº 439/14) fosse aprovado com o texto na íntegra.
  
Sem ampla discussão até mesmo com os deputados da Casa, o volumoso projeto de Reforma Admistrativa -- que extingue algumas secretarias -- foi enviado em regime de urgência à Casa, somente no início deste mês. 

Na visão do deputado Bordalo, uma postura, no mínimo, antidemocrática de Jatene (PSDB), “que deveria ter mais respeito com o parlamento”. “Não sou contra o governador querer tornar o estado mais eficiente, só não concordo com o tempo que nos foi dado para discutirmos com ‘a faca no pescoço’ projetos com temas tão delicados”, criticou o deputado petista, diante da tribuna da Alepa, na sessão ordinária desta quarta-feira (17).

Ainda de acordo com Bordalo, essa ‘reforma’ tão propalada pelo governo como de ajuste econômico (cerca de R$ 15 milhões ao ano), ao que tudo indica, não representará economia nenhuma, e sim, encarecerá ainda mais a estrutura do estado, já que se extinguem 263 cargos, mas criam-se outras 479 novas funções. Além disso, diz Bordalo, esta reforma só servirá para empregar DAS’s e cabos eleitorais de Jatene. 

Pressão - Diante da falta de esclarecimentos por parte do governo do PL 439/14, servidores de vários órgãos e secretarias do estado lotaram as galerias da Alepa, ao longo desta semana, no intuito de saber mais sobre em que consistia o “Pacotão” do governo.  “O governador pode fazer a reforma que quiser, só não tem o direito de mexer nas garantias trabalhistas dos servidores”, defendeu Bordalo, ressaltando que fez o que pôde para mitigar ao máximo os prejuízos aos trabalhadores do estado.  

Dentre os pontos mais emblemáticos defendidos por Bordalo no PL 439/14 estão : a não extinção da Secretaria de Pesca e Aqüicultura do Estado (Sepac) e da Secretaria de Estado da Agricultura (Sagri), para dar lugar a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Pesca, a Sedap. Segundo ele, ambas de extrema importância para o setor produtivo do estado. “Desta forma, Jatene coloca o estado de costas para o Brasil. Enquanto o governo federal cria um Ministério para gerir o setor pesqueiro; no Pará, o segundo maior produtor de peixe do país, extingue-se uma secretaria voltada exclusivamente para o ramo da pesca. 

No caso da extinção da Consultoria Geral do Estado (CGE), no escopo do projeto, os servidores teriam prejuízos maiores, não fosse a intervenção do deputado Bordalo. Eles temiam pela perda dos diretos trabalhistas e pela extinção da função. Mas, graças ao acordo com a base aliada do governo intermediado pelo deputado, os consultores serão alocados na Procuradoria Geral do Estado (PGE), sem perdas salariais. 

Bordalo criticou, ainda, a municipalização das Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa), inclusive protocolou Projeto de Emenda Modificativa (nº 433/14) para garantir os direitos trabalhistas dos celetistas, durante a transição dos direitos acionários da autarquia; e a desvinculação da Policia Militar (PM) à Secretaria de Segurança Pública (Segup), que ficaria atrelada ao gabinete do governador; dentre outros projetos.

Apesar de ter acordado algumas emendas junto ao projeto de Reforma Administrativa, Bordalo, assim como toda bancada do PT votou contra a proposta global do projeto, por entender que não trará benefícios à população, e que apenas serve de engodo político. Apesar disso, o projeto foi aprovado por ampla maioria ontem (17), por 20 contra 11.

Ainda na sessão de ontem (17), foram aprovados apenas três Emendas Modificativas da bancada do PT ao PL 439/14. As demais emendas foram rejeitadas por maioria dos deputados da base aliada do governo.

Hoje (18) entra na pauta a peça orçamentária do estado e o projeto que trata sobre a taxa de fiscalização dos recursos hídricos do estado, dentre outros.

Bordalo na mídia!


Matéria veiculada no Jornal Liberal [2º edição] de ontem (17) destaca posição do deputado Bordalo (PT) a respeito do PL nº 439/14, que trata sobre a Reforma Administrativa do Executivo. Assista no link abaixo:

http://migre.me/nzXuV

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

"Reforma Administrativa": Bordalo e os consultores jurídicos do estado comemoram aprovação de projeto

Na manhã desta quarta-feira (17), na Alepa, com os representantes dos consultores jurídicos do estado, durante aprovação do Projeto de Emenda Constitucional (nº7/2014), que adequa o assessoramento e a consultoria jurídica do estado. A classe temia pela extinção da função. Após várias negociações entre representantes do governo e a categoria, intermediadas por mim, servidores ficaram aliviados e comemoraram a vitória do projeto, uma vez que serão alocados na Procuradoria Geral do Estado (PGE), sem perdas salariais e a garantia da carreira.


Bem-vindo, companheiro Dirceu!

Na ALEPA, com o deputado eleito Dirceu Ten Caten (PT) e o deputado reeleito Airton Faleiro (PT). Formaremos a bancada do PT, na próxima legislatura. Bem-vindo, companheiro Dirceu! Bom retorno, companheiro Faleiro! 


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

"Reforma Administrativa": Bordalo garante permanência da Diretoria da Agricultura Familiar


Após incansáveis acordos com vice-governador Helenilson Pontes e o líder do governo na Assembleia Legislativa, José Megale (PSDB), o deputado Carlos Bordalo (PT) conseguiu importantes vitórias junto ao projeto de Reforma Administrativa (PL 439/14) enviado pelo Executivo em regime de urgência à Alepa, no início deste mês.

O projeto, que visa o enxugamento da máquina pública e a economia de cerca de R$ 15 milhões ao ano aos cofres do governo, prevê a extinção de algumas secretarias e as vincula a outras, como é o caso da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Pesca, a Sedap, que seria criada com a extinção das secretarias de Pesca (Sepac) e Agricultura (Sagri). Nela, seria incorporada a Gerência de Agricultura Familiar, atualmente vinculada à Sagri com o status de Diretoria. Segundo Bordalo, um prejuízo irrecuperável para a agricultura familiar do estado, caso o projeto fosse aprovado com o texto original.

“Enquanto o Brasil caminha para a criação de órgãos que valorizem a agricultura familiar, um dos setores que gera maior renda e empregos no país, o estado vai na contramão, não só extinguindo uma diretoria importante, como misturando o agronegócio à agricultura familiar, o que poderia criar um ambiente favorável apenas ao agronegócio”, argumentou Bordalo.


Com base neste cenário, o parlamentar apresentou na manhã de hoje (16) uma Emenda Modificativa ao PL 439/14, que altera a redação dada ao artigo 3º da Lei nº 6.674/04, modificada pelo artigo 20 do Projeto de Lei nº 439/14, garantindo prioridade a agricultura e a pesca familiar, de modo a suprir sua sustentabilidade ambiental, econômica e produtiva. Além disso, a Diretoria de Agricultura familiar permanece com a atual nomenclatura.  A Emenda foi aceita pela base aliada do governo e o novo texto deve entrar na pauta na sessão de amanhã (17) na Assembleia Legislativa.

Bordalo comemora a aprovação do PCCR dos defensores públicos do estado

Na manhã desta terça-feira (16), com os servidores da Defensoria Pública do Estado, na galeria da Assembleia Legislativa, em comemoração pela aprovação do Projeto Emenda Constitucional (80/14) que cria o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da categoria: um sonho antigo dos servidores, e que sempre teve meu irrestrito apoio. Parabéns a todos e a todas pela conquista!


CPI das milícias tem seus integrantes definidos

Comissão Parlamentar de Inquérito proposta para investigar atuação de milícias no Estado do Pará tem definidos os seus membros. Farei parte da Comissão, junto com os deputados Edmilson Rodrigues (PSOL), Tetê Santos (PSDB), Chicão (PMDB) e Fernando Coimbra (PSD). Agora vamos trabalhar para que a CPI seja formalizada, e possamos dar início aos trabalhos. Fonte: Diário Online http://bit.ly/132rH0A

Apoio aos Presidentes das Câmaras Municipais de Cametá e de Concórdia do Pará

O Vereador Assis, de Cametá, e o Vereador Bruno Pastana, de Concórdia do Pará, são os novos Presidentes das Câmaras Municipais de suas cidades. Desejo sucesso e muito trabalho! Contem comigo para parceria com o legislativo estadual.


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Reportagem de O Liberal de sábado (13/12)

Matéria de O Liberal de sábado (13) registra reunião entre o Governador Jatene e deputados estaduais, para discutir a Taxa de Fiscalização de Recursos Hídricos. Na oportunidade, alertei o Governo a respeito da preocupação que existe entre o setor produtivo e defendi maior isenção da Taxa. 


Repórter Diário de sábado (13/12)

Coluna Repórter Diário, do Diário do Pará do último sábado (13) repercute nosso posicionamento crítico em relação à Taxa de Fiscalização de Recursos Hídricos, proposta pelo Governo do Estado. Clique na imagem para ler.


Bordalo intermedeia acordo entre governo e servidores do estado

Na manhã desta segunda-feira (15), intermediei acordo entre representantes do governo e consultores jurídicos, procuradores, bancários e funcionários da Uepa, atingidos pelo volumoso Projeto de Reforma Administrativa enviado à Assembleia Legislativa pelo governador Simão Jatene (PSDB), em regime de urgência, a menos de um mês do recesso parlamentar. O projeto extingue alguns órgãos e funções da administração pública e os vincula a outros, mas não foi debatido amplamente com os servidores das secretarias envolvidas. Alguns acordos foram fechados hoje, mas ainda não é de satisfação de todos. Amanhã (16) cerca de 100 consultores jurídicos do estado pretendem lotar as galerias da Alepa, como forma de pressionar à mesa diretora para retirada do projeto da pauta de votação dos deputados.







domingo, 14 de dezembro de 2014

Agenda em Tailândia com o deputado Milton Zimmer

Na última sexta-feira (12), participei, junto com o deputado Milton Zimmer, de reunião de agradecimento da nossa votação no município de Tailândia. Estivamos na casa do companheiro Valdir. Agradeço a cada voto conquistado com muito diálogo, discutindo nosso projeto. Parabenizo a coordenação da nossa campanha: Cristina, Ducilene e Valdir. 



Ainda em Tailândia, no sábado (13), junto com o deputado Milton Zimmer, participamos de visita à vila São Geraldo, no Projeto de Assentamento Borba Gato. Reunimos com lideranças da Associação Grupo Rural Integrado de Desenvolvimento Sustentável de Tailândia. Conosco, estiveram o Srº Mauro, da Unidade do Incra de Tomé-Açu; Cristina, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais; Ducilene, Regional Fetagri.

Na pauta, a retomada no ano que vem de ações que possam beneficiar os assentados, fortalecendo um canal de diálogo com o Incra. Quero agradecer ao Agripino, Presidente da Agridest,; ao Zequinha, Delegado Sindical; ao Sr. Kleber; e Chavier, pela receptividade.