segunda-feira, 30 de junho de 2014

Desperdício: Jatene (PSDB) gasta milhões com aluguéis de prédios de hospitais

Governo Jatene (PSDB) gasta milhões com aluguéis de prédios que são entregues a organizações sociais de fora do Pará para a administração de hospitais. Foi assim com o Hospital Galileu, em Ananindeua, e o mesmo esquema se repete com o Hospital Regional Público de Integração do Leste do Pará, em Paragominas. Ao invés de investir em construções ou na aquisição de imóveis que seriam incorporados ao patrimônio paraense, o Governo Jatene prefere gastar com aluguéis exorbitantes. Enquanto isso o Hospital Geral de Ipixuna, uma das promessas do governador, teve as obras paralisadas. Um contrassenso! Fonte: Diário Online http://ow.ly/yAqI0

Inaugurações em Bujaru neste domingo (29)

Neste domingo (29), a convite do prefeito Lúcio Bessa (PT), participei em Bujaru das inaugurações de três importantes obras que vão levar qualidade de vida para as comunidades Km 29, Santana e do Castanheiro. Participaram da comitiva: Vice-prefeito Jorge Sato, Ver. Rosileia Guimarães (PT), Sabá Jordão – Secretário de Agricultura, Ademir Jordão – Secretário de Saúde, Rosiane Bessa – Secretária de Assistência Social.

Inauguramos uma Unidade Municipal Saúde da Família, com aproximadamente 08 Agentes Comunitários, garantindo saúde preventiva com atendimento odontológico; a Praça Júlia Albuquerque, fruto de emenda parlamentar que destinei para execução direta; e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Terezinha que atenderá crianças e adolescentes. 

Em apenas 2 anos, Bujaru já construiu 35 escolas e adquiriu 3 profissionais do Mais Médicos. Além disso, através de emenda parlamentar do deputado Beto Faro, será construído brevemente um Hospital Municipal com capacidade para 30 leitos. Impressiona a qualidade da gestão do Prefeito Lúcio Bessa e do Vice-prefeito Jorge Sato!












Missa em comemoração ao aniversário do companheiro Pedro Soares!

Síglia, Bordalo e Pedro Soares.
Participei neste domingo (29) da missa do aniversário do amigo e companheiro Pedro Soares, na paroquia de São Lucas Evangelista, no Guajará I, município de Ananindeua. Desejo muita força e saúde ao companheiro e que seus projetos possam ser concretizados em 2014. Parabéns!











Lula em Belém!

Nesta segunda-feira (30), o nosso grande líder, Luís Inácio Lula da Silva, estará no Pará, apoiando o lançamento da nossa chapa na disputa eleitoral de outubro. Nossa coligação tem Helder Governador e Paulo Rocha Senador, com uma ampla frente de partidos aliados, e fortes candidatos à Assembleia Legislativa e à Câmara dos Deputados. A Plenária será na sede da AABB, às 16h.

Agenda em Limoeiro do Ajuru

Estive nesta sexta-feira (27) em Limoeiro do Ajuru, onde tomei um café na casa do amigo Marquinhos, com demais companheiros do Rio Cupijo. Realizamos ainda reunião com lideranças e associação local, debatendo sobre a importância dos Programas Sociais do Governo Dilma e analisando a conjuntura política. Também tive a oportunidade de reunir com a comunidade cristã do Rio Terê.
 










 

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Audiência pública garante benefícios aos moradores de São Domingos do Capim

Mais de 200 pessoas, entre representantes de sindicatos e organizações populares do município de São Domingos do Capim, nordeste paraense, participaram, nesta quinta-feira (26.06), no salão paroquial da cidade, de audiência pública. O evento teve como intuito discutir os sérios problemas dos serviços prestados pela agência lotérica local, no que se refere ao pagamento do programa Bolsa Família, pensões, aposentadorias, dentre outros benefícios sociais.

A audiência, que contou com a presença do representante da Caixa Econômica Federal, foi requerida pelo vereador Raimundinho (PT) ao deputado Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Pará - Alepa e teve a parceria da Câmara Municipal, do Conselho Tutelar e da Prefeitura.

Ficou acertado que, num prazo de 90 dias, a Caixa modificará o local da agencia lotérica, aumentará o número de acentos, e instalará banheiros, bebedouros e cadeiras suficientes para melhor atender os clientes. Caso no prazo estabelecido os serviços à população não melhorem, a Comissão entrará, junto ao Ministério Público Estadual, com uma representação civil pública. 




Agenda no município de Limoeiro do Ajuru

Participei, nesta quinta-feira (26), em Limoeiro do Ajuru, de reuniões com lideranças comunitárias, com o Diretório Municipal do PT, com a Associação Comercial e com a Associação dos Pescadores. Tive a oportunidade de ouvir a população, que sofre pela falta de saúde, de educação, de pavimentação, de água de qualidade, e o Mais Médicos ainda foi dispensado pela atual gestão. Limoeiro precisa de mudanças!
 









 

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Habeas Corpus em favor dos vereadores detidos em Concórdia do Pará

A Coluna Repórter 70, de O Liberal, na seção 'Em Poucas Linhas', registra hoje (26) que já foi impetrado Habeas Corpus para a soltura dos vereadores detidos de forma arbitrária em Concórdia do Pará, após manifestações populares. A Comissão de Direitos Humanos da ALEPA, que tenho a honra de presidir, está acompanhando o caso e pretende realizar audiência pública no município de Concórdia com a participação de todos os envolvidos no episódio.


quarta-feira, 25 de junho de 2014

Luta popular: Movimento suspende aumento de tarifa de transporte para o Marajó

O movimento ‘Acorda Marajó’ conseguiu suspender, por um prazo de 10 dias, o reajuste de 18% nas tarifas do serviço de travessia de balsas para o Marajó. A decisão foi tomada na manhã desta quarta-feira, 25.06, durante reunião realizada entre os representantes do movimento e da Arcon.

O reajuste autorizado por Jatene, na semana passada, no apagar das luzes de sua gestão, pegou o povo marajoara de surpresa e provocou uma reação entre moradores, empresários e gestores públicos da região, que já paga caro demais pelos serviços de transportes, sem ter garantias de qualidade.

Os organizadores do movimento alegam que não existe justificativa para o reajuste nas tarifas e apontam que quem vai pagar o preço da decisão autorizada pela Arcon é a população marajoara. A medida “encarece o pão, o feijão, o arroz e todos os demais produtos da cesta básica, caminhando em sentido contrário à inclusão social, fazendo que o Marajó caminhe a passos largos para se transformar num verdadeiro bolsão de miséria humana”, diz a nota do Movimento Acorda Marajó.

ICMS diferenciado

De acordo com Bordalo, que defende a cobrança de ICMS diferenciado para o Marajó, o barateamento do transporte por meio da redução do imposto ajudaria a resolver um dos gargalos para os moradores da Ilha, que sofrem com os altos preços praticados pelo monopólio    da “Henvil”.

A empresa presta serviços de transporte   fluvial e chega a cobrar na travessia de balsa de Belém para Salvaterra, por exemplo, a exorbitante taxa, por veículo, de R$ 80 reais e mais o valor do passageiro. Já na travessia de balsa de Salvaterra para Soure o valor cai para R$14,50, por veículo.

Ainda segundo o parlamentar, o Marajó só poderá se desenvolver, de fato, “se entendermos primeiro que nada se faz na Ilha se não for por meio do transporte fluvial. “Por tanto, é necessário que se instale na ilha urgente um transporte rápido, debaixo custo e com qualidade na região”, defende Bordalo.

Bordalo apela pela soltura de vereadores em Concórdia do Pará

Deputado Carlos Bordalo (PT) apela às autoridades constituídas do Estado pela soltura dos vereadores de Concórdia do Pará, presos arbitrariamente no último dia 14.06, durante revolta da população pelos atos truculentos da polícia militar no município. Moradores relatam que policiais estariam cobrando propina para liberação de veículos apreendidos durante ação denominada 'Minerva Total’. Veja!


Vereador de Cametá Emerson Oca (PT) recebe Medalha do Mérito Legislativo

Vereador Emerson Viana Pereira (PT), de Cametá, recebe das mãos do deputado Carlos Bordalo (PT) a Medalha do Mérito Legislativo 'Newton Miranda' em alusão ao Dia do Legislativo, transcorrido nesta quarta-feira, 25.06, durante sessão solene na Assembleia Legislativa do Pará.

"Para mim é uma satisfação muito grande ser reconhecido pelo deputado Bordalo, que é um parlamentar atuante em nosso município e por nos representar muito bem na Assembleia Legislativa. Estou muito feliz de ter sido agraciado com esta homenagem, sobretudo por pertencer uma região como Cametá", declarou Emerson Oca.

Concóridia doPará: Relatório da CDH questiona ação policial

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa encaminha hoje para o Ministério Público Estadual, bem como para a Polícia Militar e outras autoridades competentes, o relatório sobre as manifestações violentas que resultaram em agressões e prisões ocorridas entre 13 e 16 de junho em Concórdia do Pará, e iniciadas em protesto à uma atuação supostamente arbitrária da PM em realizar blitzes para recolher motos com documentação irregular. De acordo com o documento, a CDH pretende provocar audiência pública no município diante de todos os envolvidos na situação - juízes, delegado de Polícia, oficiais da PM responsáveis pelas operações nos referidos dias, e diante de corregedores das Polícias Civil e Militar, Promotoria Militar do Ministério Público e Defensoria Pública.

O relatório foi baseado com base em visita realizada pela assessoria parlamentar da CDH à cidade na semana passada, momento em que foram recolhidos depoimentos de vítimas, bem como fotos e documentos que ajudam a remontar ao que ocorreu. Segundo o que foi informado, mesmo tendo feito uma apreensão de 300 motocicletas em operação realizada às vésperas do Dia das Mães, em maio, a PM - Grupo Tático e Rotam - realizou blitzes no dia 13 de junho em diversos pontos de Concórdia. 

Quem estivesse com documentação irregular ou incapaz de provar a lisura diante do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) só seguia viagem motorizado pagando propina entre R$ 300 e mil reais. E os veículos apreendidos seguiam para o destacamento militar, em vez de ir para a delegacia ou órgão municipal de trânsito. O vereador Edson Madeiro, do PV, chegou a ir a uma rádio nesse mesmo dia alertar os motociclistas que não circulassem se não estivessem em dia com a documentação veicular. Os relatos dão conta de que nem motos paradas no interior de residências escapavam dos PMs, que invadiam casas e levavam os veículos à força.

Não satisfeitos, os policiais, que agiram praticamente o tempo todo sem identificação nominal no uniforme, segundo os depoimentos citados no relatório, repetiram a ação coercitiva no dia seguinte, 14, o que fez com que a população se revoltasse e atacasse violentamente o prédio da Prefeitura e o próprio destacamento da PM. Pelo menos quatro pessoas foram presas sem qualquer ordem de prisão, e no dia 16 de junho, o número de pessoas detidas, mediante agressões, humilhações e arbitrariedades no intuito de provocar confissões sobre quem estava participando do quebra-quebra, já chegava a 38. 

O detalhe é que há mais de um vídeo, entregue, quase que imediatamente aos ataques, mostrando quem havia participado da manifestação, e ainda assim, a PM se utilizava de violência em busca de mais suspeitos. A esposa do vereador Magnaldo Menezes (PT), Dilane Oliveira, viu a casa que divide com o marido ser revirada sem autorização ou qualquer ordem de apreensão e busca pelos policiais, e foi chamada, já na delegacia, ao prestar depoimento, de “esposa de vagabundo” por não revelar o paradeiro do esposo. 

O filho de Madeiro também não escapou de agressões, cometidas pelos PMs ao tentar defender o pai, que estava sendo preso. A rádio comunitária onde o vereador do Partido Verde fez a denúncia foi fechada e teve os equipamentos apreendidos, mesmo sem ordem apresentada em documento legal para isso, acusada supostamente de ter veiculado incitação à violência que culminou nos atos de depredação e vandalismo.

A assessoria de Comunicação da Polícia Militar foi procurada pela reportagem para se manifestar sobre o relatório, mas informou não tê-lo ainda recebido, e que só depois de ter acesso ao mesmo poderá não apenas se manifestar publicamente como também tomar as providências cabíveis a partir do que for confirmado.

Fonte: Diário do Pará

terça-feira, 24 de junho de 2014

“Jatene virou o governador das ordens de serviço”, declara Bordalo

A pouco mais de quatro meses para o término da gestão, o governador do estado Simão Jatene (PSDB) tem se apressado em inaugurar, pelos quatro cantos do Pará, ordens de serviço, no desespero de garantir sua reeleição no pleito de 2014. Um bom exemplo foi a assinatura, em maio deste ano, da ordem de serviço para a construção do futuro Hospital Regional de Castanhal.

Boa parte das obras do governo Jatene -- prontas ou em andamento -- são oriundas da gestão petista de Ana Júlia Carepa, como a nova Santa Casa e a ampliação do Hospital Ophir Loyola (HOL), além das obras de mobilidade urbana da Região Metropolitana de Belém, como os prolongamentos das Avenidas Independência, João Paulo II e Perimetral, investimentos do governo federal. Pobre em obras, Jatene quer mostrar somente ao final de sua gestão a que veio.

LDO

Nesta terça-feira, 24.06, foi votada pelos deputados da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), durante a última sessão ordinária do 1º semestre legislativo de 2014, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2015. O deputado Carlos Bordalo (PT) se absteve da votação e justificou sua decisão. 

Segundo o parlamentar, o atual projeto enviado pelo executivo à Casa contém velhos vícios da visão tucana para o desenvolvimento do Pará. “É impressionante como este ano o endividamento do estado já ultrapassa a marca dos R$ 7 bilhões. Para onde foi todo este dinheiro gasto? ”, indagou Bordalo. “São obras concentradas em poucas áreas, que não têm atendido a grande maioria do povo do Pará, mas que ganham relevo na propaganda governamental na televião”, completou.

“Enquanto isso, o que se vê é um governador percorrendo os quatro cantos do estado, assinando papéis com promessas eleitoreiras. “Jatene virou agora, no final de sua gestão, o governador da ordem de serviços”, disparou Bordalo.

Deputados da Alepa comemoram PEC do deputado Bordalo

Deputados da Alepa reunidos nesta terça-feira, 24.06, em comemoração à PEC do Orçamento Impositivo, de autoria do deputado Carlos Bordalo (PT), a provada no último dia 13 de junho. O projeto, que assegura nas Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Leis Orçamentárias Anuais (OGE) o percentual de 1,2% para execução de emendas parlamentares, segue agora para sanção do governador do estado Simão Jatene.