Comissão discute entraves sociais da lavra do ouro em Cachoeira do Piriá

Como presidente da Comissão de direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Alepa, participei de audiência pública, na manhã desta quinta-feira, 27, na sede do órgão, em Belém. Na ocasião, foram discutidos os possíveis entraves sociais a serem deixados pela BRI Mineradora, durante a exploração em escala industrial do ouro no município de Cachoeira do Piriá, nordeste paraense, em 2015. A empresa já concluiu o estudo de Impacto Ambiental e espera apenas uma posição final da Sema para começar a lavra do ouro na cidade. Participaram do encontro a prefeita de Cachoeira do Piriá, representantes dos trabalhadores rurais, do DNPM, Ibram, vereadores, além de garimpeiros.



Comentários