Possível privatização de hospital preocupa funcionários

Funcionários do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), distrito de Icoaraci, em Belém, estão revoltados com boatos sobre mudanças no atendimento ao público. Por causa disso, um protesto será realizado na próxima quinta-feira (17), às 9 horas, em frente ao hospital onde funciona provisoriamente o HRAS.

Segundo os funcionários, não haverá mais atendimento de urgência e emergência para adultos, e que o atendimento materno infantil deverá ser privatizado. 

"Todos os funcionários estão indignados. Sem contar que mais uma vez a Pró-Saúde será beneficiada, porque é apadrinhada do Governo. Isso irá atingir toda a população, já que não terão mais serviços essenciais de saúde", explica um dos funcionários que prefere não se identificar por medo de retaliação.
Ele afirma ainda que durante a manifestação serão denunciados desvio de dinheiro e de material do HRAS.

"Outra preocupação dos funcionários é como ficará nossa situação. Tem pessoas que tem mais de 30 anos e já estão quase para se aposentar e não sabemos certo o que será feito. Já ficamos sabendo que alguns serão transferidos para a Santa Casa", disse o funcionário.
Ele finaliza dizendo que o "Jatene lutou e está conseguindo transformar o Hospital em uma organização social, as famosas O.S., que em nada irão beneficiar o povo."

O DOL entrou em contato, por telefone e via email, com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e aguarda retorno.

Fonte: DOL

Comentários