Investimentos da Copa são legados para o Brasil

A Copa do Mundo traz diversas oportunidades para o Brasil, entre elas a intensificação da exposição do país ao mundo, a aceleração de investimentos em infraestrutura, tais como mobilidade urbana e aeroportos; além da ampliação do turismo doméstico e estrangeiro; e amplo retorno financeiro.

Ao todo, o plano de investimentos nas cidades-sede da Copa do Mundo do Brasil totaliza R$ 25,6 bilhões. Os dados são do portal da transparência da Copa: www.copa2014.gov.br.

Cerca de 69% deste total (17,6 bilhões) representam investimentos em infraestrutura e políticas públicas, especialmente em mobilidade urbana (R$ 8,0 bilhões investidos), aeroportos (R$ 6,2 bilhão), segurança (R$ 1,9 bilhão) e portos (0,6 bilhão). Ou seja, nestes casos a Copa contribuiu diretamente para acelerar investimentos associados ao bem-estar da população, bem como impulsionar a melhoria das políticas públicas.

Os outros 31% (R$ 8,0 bilhões) de despesas com o plano de investimentos para a Copa foram destinados à construção e modernização de 12 estádios de futebol nas cidades-sede. Os gastos em estádios não ocorreriam sem a Copa, ao menos na dimensão e na velocidade com que foram feitos.

Comentários