SECRETÁRIO DE ZENALDO FALTOU À CONVOCAÇÃO DA CMB


O Secretário Municipal de Saneamento de Belém, Engº Luiz Otávio Mota Pereira, não compareceu à convocatória da Câmara Municipal de Belém, Requerimento de autoria da Vereadora Ivanise Gasparim (PT) com o apoio dos Vereadores do PT Amaury e Iran Moraes, que tinha objetivo de ouvir da Prefeitura de Belém, em especial à SESAN, sobre explicações de como será gasto os 500 milhões de empréstimo do banco Interamericano de Desenvolvimento - BID captados para manutenção das obras da Macrodrenagem da Bacia do UNA.

Veja o Requerimento de Convocatória:
Até ontem, havia a confirmação da presença do Secretário, mas hoje pela manhã a Câmara Municipal recebeu Ofício 1192/2013-GABS-SESAN, informando da ausência por "motivos de saúde". 

Vale ressaltar que por duas outras vezes foi realizada a tentativa de trazer o gestor público até a Casa do Povo, mas a pedido do próprio Prefeito Zenaldo Coutinho houve a prorrogação para a data de hoje.

Longe de contestar os motivos de saúde ofertados pelo Secretário Luiz Otávio, mas causou espécie aos parlamentares presentes e também aos convidados da Sessão Especial, que a ausência tenha se dado exatamente no dia em que as galerias da Câmara Municipal ficaram ocupada por estudantes que reivindicam a redução da tarifa do transporte público e o passe livre para os estudantes.

Veja o Ofício da justificativa

Estiveram presentes representantes do Fórum dos Afetados por Alagamentos de Belém, estudantes da UBES, UMES, UNE entre outras entidades que compõem o Movimento Passe Livre de Belém.

O Presidente da Casa, Vereador Paulo Queiroz (PSDB) abriu a Sessão informando da ausência do Secretário e transmitiu a fala à Vereadora Ivanise que mostrou sua indignação diante da ausência justificada em cima da hora, considerando este ato um desrespeito ao Poder Legislativo Municipal.

Lideranças do Movimento Passe Livre Belém se pronunciaram questionando quais as providências que a Presidência da Casa irá tomar em detrimento da ausência do Secretário, que não teve o respeito pelo Parlamento Municipal em não enviar pelo menos um representante da SESAN para dar explicações à população.
O Representante do Fórum dos Moradores Prejudicados da Bacia do UNA mostrou-se indignado com a postura do Poder Executivo Municipal e disse que a população não aguenta mais tanta burocracia, diante dos alagamentos constantes e que comprometem a qualidade de vida de milhares de pessoas. Criticou ainda a morosidade do Poder Judiciário, por conta da denúncia ofertada pelo Ministério Público está parada sem que seja dada satisfação para a comunidade que sofre com o eterno problema de alagamento na área das obras da macrodrenagem da bacia do UNA.

Vejam o esclarecimento do Fórum dos Moradores Prejudicados da Bacia do UNA

Fotos da Sessão Especial:











Comentários