O tiro no pé de Jatene

Do Na Ilharga

Decididamente, o governador Simão deu um tiro no pé ao tentar usar a imprensa contra ela mesma e assim desmoralizar no nascedouro a onda de críticas que fatalmente virá por parte dos veículos do outrora aliado Jader Barbalho. O centro de sua tática foi o uso de imagem falsa pelos veículos da mídia barbálhica em reportagem sobre a Santa Casa. A tal imagem, de fato, era falsa, reconhecida inclusive por quem a veiculou. No entanto, a situação dramaticamente veraz, daí ter dado com os burros nágua a manobra do governador de tentar fazer passar por principal aquilo que era apenas algo circunstancial.

Fracassada a tática, sucedeu-se uma série de trapalhadas governamentais a ponto de, certa altura, o governador investir-se de entrevistador e encerrar com essa pérola na direção de uma repórter 'desafeta', "Se não foi a senhora que fez a reportagem(N.R.causadora da dita coletiva) então eu tenho dificuldades para discutir com a senhora..." O governador não estava ali pra "discutir" com repórteres, mas para esclarecer a situação a tal ponto que a falsidade das imagens mostradas fossem extensivas à falsidade do texto. Como isso não foi possível, pois é fato real que a Santa Casa vive atualmente em situação calamitosa, a imagem voltou ao seu posto secundário, ficando patente que Simão Lorota não tinha explicações, apenas recorreria a mais um factoide para dissimular sua irresponsabilidade.

Recorreu ao secretário de saúde, nada... chamaram um "encarregado" para falar a respeito de uma outra ala em estado deplorável, imagem legítima, e nada...apenas a justificativa que a tal ala havia sido desativada há cerca de dez dias, o que não explica e agrava a situação na medida em que desativação jamais pode ser solução para quem precisa desesperadamente de espaço. Resultado da emenda pior que o soneto: essa imagem falsa vai passar e o descaso verdadeiro, infelizmente, vai continuar a fazer vítimas entre os que não tem outra alternativa além daquele hospital. Mas, tudo leva crer, as falsas imagens da marquetagem governamental também passarão e perderão seu efeito ilusório, desmascaradas por algo curiosamente bem ao gosto governamental, restando provado que Honduras é aqui, na Santa Casa de Misericórdia do Pará. Lamentável!



Comentários