Greve: Funcionários do Líder voltam ao trabalho, mas a maioria dos supermercados continua fechada


Termina greve dos funcionários do grupo Líder
Empregados conseguiram pagamento de vale alimentação e diminuição da carga horária


A paralisação dos funcionários do grupo Líder terminou nesta quarta-feira (3) após negociação intermediada pelo Ministério Público do Trabalho. A patronal aceitou pagar vale alimentação mensal no valor de R$ 156 e fixar a carga horária em sete horas diárias com intervalo de 30 minutos. As lojas do Líder voltam a funcionar normalmente a partir das 7h de amanhã. 

Os funcionários do Líder estavam em greve desde a última segunda-feira (1º) quando suspenderam as atividades para reivindicar a redução da carga horária, pagamento de vale alimentação e horas extras, entre outros pontos. Catorze das vinte lojas do grupo ficaram fechadas durante a paralisação. 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Varejista e Atacadista de Gêneros Alimentícios e Similares do Pará (Sintcvapa), empregados dos grupos Nazaré, Formosa e Y.Yamada estão paralisados. 


Em nota enviada ao Portal ORM, a assessoria de comunicação do Líder confirmou o acordo e afirmou que todas as 12 reivindicações dos trabalhadores foram atendidas. 

Fonte: Redação Portal ORM

Comentários