Até quando em Santa Luzia do Pará vai prevalecer a voz terrorista e antidemocrática das 3 milícias que afrontam o povo e o poder judiciário do Estado?

Disse ontem no post Vereadora Lúcia Machado (PT) foi reconduzida ao mandato e à presidência da Câmara de Santa Luzia: A justiça fez justiça e só espero que desta vez seja respeitada!


Hoje a Câmara de Santa Luzia, que já chamei e reafirmo ser uma milícia legislativa produz uma nota que me ataca pessoal e profissionalmente, ataca o poder judiciário do Estado do Pará e é uma nota chula, eivada de falta de decoro e de acusações, sem argumentos. Tão chula, que resolvi poupar meus leitores e leitoras do dissabor de lê-la. Vou buscar caminhos judiciais para responder às acusações e desvarios contidos na citada nota.

Encerro por aqui esse assunto, ratificando meu apelo ao TJE - Tribunal de Justiça do Estado: que faça valer na prática as decisões que têm exarado, na busca de restaurar a democracia e a segurança jurídica e a paz à população de Santa Luzia!

A voz em Santa Luzia precisa ser a da democracia participativa e não do terror produzido pelas 3 milícias que têm produzido abuso de poder.

Comentários