Pará perde um grande político

Em nome da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Estado do Pará, venho expressar votos de pesar pelo recente falecimento do ex-governador do Pará e ex-prefeito de Belém, Hélio Gueiros.

O Pará perde uma personalidade polêmica, que marcou nossa vida pública e que, com acertos e erros (nós do PT, inclusive sempre fizemos oposição aos seus governos por discordarmos de suas idéias e ações), deixou um legado a ser abraçado por seus correligionários.

Certa vez, declarou sobre o nosso presidente de honra do PT, companheiro Paulo Rocha:“minha opinião pode não valer nada. Mas tenho mais autoridade para falar sobre a qualidade dos homens públicos do Pará do que o Meritíssimo Procurador Geral da República, que acaba de oferecer ao Supremo Tribunal Federal denúncia criminal contra uma piracema de homens públicos, entre eles o deputado federal paraense Paulo Rocha. Desde o ano de 1950, milito na imprensa diária do Pará, atuando em vários jornais, inclusive em alguns que não existem mais(...)Por isso, afirmo, reafirmo e grito bem alto que o deputado paraense Paulo Rocha não é nem nunca foi ladrão de dinheiro público. O ilustre Procurador Geral da República não conhece o Pará nem os paraenses, de ciência própria. Talvez, antes, nunca tenha sequer ouvido falar, de bem nem de mal, do deputado Paulo Rocha. Por isso, aceitou como verdade a canalhice que fizeram contra Paulo Rocha. Mas, eu não tenho porque aceitar ficha falsa de ninguém sobre os homens públicos de nossa terra. Paulo Rocha tem prontuário limpo, branco, sem manchas nem nódoas".

Nossas condolências aos familiares e amigos.

Comentários

Anônimo disse…
Deputado,
Com certeza ninguém esquecerá. Fez tanto que em 1981 quando governador do Estado sem o menor fundamento legal, deixou de pagar a classe de peritos do IML que ganhava igual aos delegados.E hoje a classe de peritos sofre correndo atrás do prejuízo.