CPI divulga calendário de oitivas reservadas

A CPI do Tráfico Humano vai começar a ouvir depoimentos em caráter reservado a partir de hoje. As oitivas serão realizadas com pessoas de instituições públicas e de organizações não governamentais, de reconhecido trabalho desenvolvido na área. Queremos recolher elementos e informações sobre a situação do tráfico no Estado.

Os depoimentos serão colhidos em sigilo e será realizada na sala de reuniões da CPI, ao lado do plenário João Batista. A imprensa somente terá acesso aos deputados após os depoimentos. Os cuidados que estamos tomando são para preservar a segurança das informações que serão repassadas e para não comprometer o trabalho de investigação, que já iniciamos.

A delegada Crhisthiane Lobato, titular da Divisão de Atendimento ao Adolescente DATA-PA e o Articulador da ONG Só Direitos, o pesquisador Marcel Theodoor Hazeu serão os primeiros ouvidos nesta tarde. Amanhã, também à tarde, com início previsto para as 14h30 será ouvido o depoimento do delegado Marcos Miléo Brasil, de Barcarena. Na próxima terça, da semana que vêm dia 03/05, estão previstos o Procurador Chefe da República no Pará, Ubiratan Cazzeta; a irmã Henriqueta, da Coordenação da Comissão Justiça e Paz; e o Bispo do Marajó, Don Luiz Azcona.

- Com informações da Assessoria de Imprensa da CPI

Comentários

Anônimo disse…
Tomara que agora a CPI se levante e casos surjam pra começarmos a desvelar essa rede criminosa