Boas notícias nesta triste data

Hoje, aniversário do golpe de 1964, que acabou com a democracia brasileira e deixou muito rastro de sangue, tortura, desaparecimento e sofrimento no Pará, assim como no restante do país, saúdo a notícia da prisão de um remanescente emblemático do golpe de 64: o ex-deputado e prefeito Sebastião Curió de Moura (ARENA/PDS-PA), o Major Curió, carniceiro da Guerrilha do Araguaia que, revelou-se esses dias, ter recebido ordem de ser exterminada pelo Exército, sem meios termos.

De posse de mandados de prisão expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal, o Ministério Público em Brasília apreendeu documentos, um computador e uma arma de fogo nas residências do coronel da reserva do Exército, para localizar documentos que possam revelar o paradeiro de corpos de militantes políticos que participaram da guerrilha.

Espero que, nesta data, possamos começar a ver o processo de cassação do deputado federal Jair Bolsonaro, do RJ, mais ilustre viúva da ditadura, que num programa de TV cometeu contra a cantora Preta Gil o crime inafiançável de racismo. Espero também que esta data seja melhor apurada, assim como suas consequências seguintes, por uma Comissão da Verdade, projeto do governo que tramita no Congresso Nacional. Nossa juventude precisa ter conhecimento suficiente para jamais permitir que aquela "idade das trevas" volte a acontecer para outros jovens, como aqueles de 1964/68, no Brasil.

Comentários

Anônimo disse…
Cana pra esses dois bandidos!
Grande presente de aniversário pra democracia prender 1 e cassar o outro !
Anônimo disse…
Curió e Passarinho, duas aves da vergonha ao nosso estado que devem ser abatidas ainda em vida coma força da lei democrática que eles fizeram questão de rasgar e tripudiar em cima.