Aparelhagens e tecnobrega agora são nossos patrimônios!

Como foi anunciado logo cedo neste blog, o projeto que declara como Patrimônio Cultural e Artístico do Pará o tecnobrega, as aparelhagens de som e seus símbolos foi aprovado sem restrições agora a pouco aqui na Assembleia Legislativa. O projeto foi aprovado em 2º turno.

Representantes das aparelhagens Super Pop, Tupinambá e Príncipe Negro, além do presidente da Associação dos Proprietários de Aparelhagens Sonoras do Estado do Pará (Apasepa) Dr. Machado acompanharam a votação da matéria em pauta. Ficamos felizes com o consentimento dos parlamentares em valorizar nossa cultura e, além disso, de reconheceram que as aparelhagens e o tecnobrega já são verdadeiras cadeias produtivas, envolvendo centenas de empresários, gerando emprego e renda para várias famílias.

Esta iniciativa visa acabar com o preconceito, especialmente contra a cultura popular e as pessoas de baixa renda, embora as aparelhagens sejam queridas por todas as faixas sociais. Serve como exemplo para quem anda falando mal das aparelhagens que já existe todo um contexto de prevenção para o lazer dessas pessoas, onde a polícia tem combatido práticas ilegais nos locais das festas e redondezas. Hoje tivemos a certeza e o reconhecimento de que o povo cria suas marcas e seus símbolos.

E principalmente, vamos valorizar o que é nosso, sem deixar que pessoas de outros estados venham se apoderar da nossa cultura. O ritmo tecnobrega é uma marca do Pará. Temos artistas que são destaques nacionalmente, Gaby Amarantos, Viviane Batidão, Fruto Sensual, Xeiro Verde, Banda Ravelly, entre outros. Recentemente a gravadora Som Livre lançou o DVD “Tecno Melody Brasil”, um verdadeiro sucesso de vendas e que repercutiu positivamente em todas as classes sociais, tanto no estado quanto no Brasil. Sem falar na evolução tecnológica das aparelhagens, com suas potentes estruturas e show de iluminação.

Também queremos potencializar o projeto a partir de ações sócio-educativas, recuperando a história das aparelhagens em forma de memorial e questionar ao Governo do Estado se existe a possibilidade de garantir a este setor benefícios tributários.

O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL) fez questão de apresentar seu voto favorável ao projeto, porém mostrou-se preocupado com relação ao assédio da indústria cultural com relação ao nosso patrimônio cultural e artístico.

Comentários

Anônimo disse…
Parabéns pela conquista deputado, não esquecendo que no gov petista não foram perseguidos. Todos devem lembrar a perseguição que esses profissionais sofreram nos 12 anos dos tucanos quando a época da famosa delegada Luzia Alcantara conhecida como " XUXA ", talvel esse reconhecimento amenizem parte do sofrimento sofrido pelas famílias que dependiam desses profissionais.
Anônimo disse…
Os artistas do tecnobrega só tem a te agradecer Deputado! Deixe que o povão vai responder quando precisares!
Anônimo disse…
Isso não é cultura. É lixo cultural de gravadoras que querem ganhar dinheiro em cima da ignorância do povo.
Anônimo disse…
Bom ponto d evista deputado. Tem que gerar consumo de cultural, mas preservar tb a raíz original da coisa.
Anônimo disse…
Parabéns!
Viva o bregão, seja calipso, seja eletrônico do Pará!
Anônimo disse…
Na primeira votação o elitismo aflorou, agora quando perceberam o apelo popular do projeto, todos queiseram ser um pouco pai da criança, mas todos sabem a sua luta pras aprovar essa lei Bordalo.
Carlos disse…
É isso ai deputado estadual Bordalo, sabemos das dificuldades, mas o povo que lhe elegeu está torcendo para que o senhor faça um grande mandato, pautado na ética que é marca em sua vida. E que povo do Pará possa ter no seu mandato um instrumento de conquistas e transformações sociais. Boa sorte em mais esse desafio em sua vida pública e conte com este amigo.
Carlos Alves
Anônimo disse…
Mais uma vitória pro Pará e pra Juventude, PARABÉNS COMPANHEIRO.

BENILDO JONAS
Anônimo disse…
Bordalo, isso é um grande des-serviço que você ajudou a fazer, principalmente pra juventude das periferias que, com esse tipo de música fica casa vez mais alienada e com uma visão cultural restrita e fechada. Para não falar do crime organizado que esta envolta dessas aparelhagens.
Lixo cultural que acarreta confusão social.
Anônimo disse…
não acredito que pessoas com este tipo de comentário possa somar positivamente para uma sociedade, se não gosta daqui do nosso estado, da nossa cultura, que vá pra onde se sinta melhor, este aqui é o nosso povo.