Aparelhagens: é agora ou nunca!

Hoje, quarta-feira, 02, volta o debate sobre a aprovação do projeto de minha autoria que declara como patrimônio cultural e artístico do Pará as aparelhagens de som e seus símbolos. O projeto já foi aprovado em 1º turno, em maio de 2010 e levantou polêmica com relação a sua legitimidade, sendo que foi necessário o voto de minerva do então presidente Domingos Juvenil (PMDB), já que a votação em plenário acabou com um empate técnico de 13 votos. Agora o cenário é outro, com novos parlamentares e outras ideologias.

Se aprovado, o ritmo tecno-brega também será declarado como patrimônio. Esta iniciativa visa acabar com o preconceito, especialmente contra a cultura popular e a das pessoas de baixa renda, embora as aparelhagens sejam queridas por todas as faixas sociais. Além disso, queremos valorizar o que é nosso, sem deixar que pessoas de outros estados venham se apoderar da nossa cultura, gerando também emprego e renda para os criadores e produtores culturais desse ritmo..

São aguardados membros da Associação dos Proprietários de Aparelhagens Sonoras do Estado do Pará (Apasepa), artistas, DJ’s, representantes de fã-clubes, etc.

Se você está lendo o blog agora, venha para a ALEPA acompanhar este debate!

Comentários

Anônimo disse…
Oi, eu quero denunciar os policiais do Pará, em todos as cidades que morei tem policiais bandidos, mais bandido que ladrão, pois roubam de uniforme, eles vem que as pessoas estão irregulares e mesmo assim, só pedem R$20,00 ou R$30,00 reais e deixam passar, se a empresa tem óleo eles pedem para não prenderem os carros. ou carne, tudo isso.
bandidos.


Tomé-Açú-Moju e Tailândia